Sodré GB Neto – Coordenador de Ensaios Clínicos
DOI: 10.13140/RG.2.2.15532.13448

Na VI RBCC sexta “Reunião Brasileira Citogenética e Citogenômica”   em Goiânia, onde fui apresentar meu projeto de ensaio clínico para diversos tipos de câncer (um projeto que inclusive critica a maioria das quimioterapias, radioterapias e cirurgias as vezes inconsequentes e malucas, deixando estes tratamentos para caso os tratamentos menos invasivos não surtirem efeito); Tivemos logo na abertura, uma palestra generalizando bolsonarismo, terra-plana , design inteligente e criacionismo como que pertencendo ao mesmo pacote anti-ciência , que é um fenômeno que domina atualmente o cenário brasileiro, que talvez pode ser explicado por uma espécie de reação popular cultural e religiosa (e científica também), contra o fato da ciência atual, defender indiretamente o ateísmo, ao dar voz a hipóteses materialistas e restritas ao naturalismo, totalmente absurdas, como sopa primordial (uma versão de geração espontânea, laguinho morno citado por Darwin em 1876) dando origem da vida codificada, programada, a ecologia sincronizada a um sistema terra-lua-Júpiter-Sol, extremamente sincronizado com milhares de ajustes finos. Também dão voz a explicações geológicas estúpidas como assisti ao fazer algumas diversas matérias de geologia, dizendo que trombadas interplanetárias e explosões (ou expansões) dando origem a ordenada e diferenciada terra repleta de engenharias, e um universo com grandes massas bem distribuído , fatos estes que requerem claramente antevidência (Eberlin, 2019), planejamento, fabricação simultânea de milhares de complexidades ao mesmo tempo, altíssima engenharia, ou melhor, a engenharia do Altíssimo.


Para aqueles que pensam que criacionismo significa atraso medieval, ficarão surpresos , ao saber que o país campeão isolado em produção de patentes, proporcionalmente a sua população, a Coreia do Sul, é citada em artigos científicos como a “capital do criacionismo”; e inclusive diversos esforços tem sido feitos lá para retirar o evolucionismo darwinista ateu do programa curricular , lembrando que a parte biológica do darwinismo foi incorporada ao criacionismo e já era entendida pelos biológos anteriores a Darwin , pois defendiam espécies originais das quais descenderam tantas diversificações. O que o criacionismo rejeita do darwinismo evolucionista , é parte da teoria histórica do darwinismo, os cruzamentos parafiléticos e ascendências totalmente comuns (o que a maioria dos taxonomistas rejeitam também) e que é extremamente conjectural, onde a paleontologia e geologia catastrofista não uniformitarianista não lhe dá nenhum subsídio, pelo contrário, o pontualismo de Gould e de Eldredge abalou os alicerces do evolucionismo por mais que hajam muitas tentantivas de justificar o paradoxo da estase morfológica (uma condenando a outra como insuficiente). Veja mais


Tal atitude pró criacionismo que acontece na Coreia do Sul se afina com diversos fatos como existir lá o maior templo evangélico do mundo, sua cultura existir características diferentes em termos de moralidade, fidelidade no namoro e casamento, e claro, não poderemos deixar de citar , que a Coreia é um lugar de muita oração, pois já as 4 horas da manhã milhões de coreanos estão de joelhos.

Segundo esta pregadora abaixo, foram estas orações que deram um “boom” de melhora na economia da nação que era extremamente pobre no pós guerra Lembramos também que foi um nobre presidente ateu , que ao contrário das ditaduras, foi aberto o suficiente para apoiar uma instituição de pesquisa criacionista lá . Não somente os cristãos são mais democráticos lá como os ateus também , ou seja, não somente temos cristãos melhores na Coreia como ateus também.

Apesar de termos que admitir que estes elementos diferentes entre si (bolsonarismo, criacionismo, design inteligente e terra-plana), possuirem em comum o conservadorismo judaico-cristão pela sua ligação com a Bíblia, devemos também lembrar que foi a disputa entre autoridade da Bíblia versus autoridade dos papas e da Igreja católica medieval, que nos libertou do absolutismo católico medieval; e por causa disso a Bíblia passou a sofrer dura perseguição desde o concílio de trento, em 1536-1554, na educação mundial controlada sobretudo por padres jesuítas os quais assumiram compromisso em Trento de defender a qualquer custo o papado [1] Nenhum historiador nega que a Bíblia precedeu e deu força ao iluminismo, inclusive o anticlerical francês motivado por Voltaire que escrevia em liberdade na Inglaterra protestante.

Devemos lembrar também que os iluminismos alemão e inglês que não foram anticlericais, a revolução na Inglaterra até foi chamada de gloriosa , porém ao contrário dela, o iluminismo francês foi repleto de sangue, de ateísmo, de violência generalizada sobretudo para com religiosos , e até para com cientistas matando inclusive Lavoisier.

Este iluminismo , apesar de ser o mais violento, sangrento, desvairado, sem discernimento, e inconsequente, parece que foi o mais influente e exportou para todo mundo por meio do positivismo de Augusto Comte , o laicismo (separação Igreja do Estado) não apenas político, mas o laicismo educacional também; que é uma verdadeira afronta a toda lógica e ao fato de que as principais universidades do mundo terem sido fundadas pelo curso de teologia, ou seja, um laicismo bem traiçoeiro semelhante a revolução francesa, violento , partidarista, perseguidor, incoerente e inconsequente, capaz de dominar a ciência hoje com uma regra absurda que pesquisa científica metafísica só é válida se não evocar o Deus bíblico. Um absurdo nítido e claro já que ciência não deve ter preconceito algum para com nada [9][10]

Contudo, apesar do generalismo feito na VI RBCC sexta “Reunião Brasileira Citogenética e Citogenômica” entre movimentos terra-plana, criacionismo, ID, e bolsonarismo, é necessário discernir suas diferenças; sobretudo quando falamos de criacionismo que nunca defendeu terra plana e ainda se manifestou contra, de “Design Inteligente” com centenas de artigos científicos devidamente publicados[2], com seus milhares de cientistas (mais de 11% do total de cientistas do mundo) em franco protesto contra o darwinismo[3] ou sobretudo quando formos falar da Coreia do sul, a capital do criacionismo[4] que com população de apenas 50 milhões quase empata em número de patentes com a China de 1,4 bilhão de habitantes . Lembrando que o Brasil é penúltimo em patentes no mundo numa recente classificação dos 20 maiores[5]

“Estados Unidos em primeiro lugar, com 2,2 milhões de patentes, seguido do Japão, que tem 1,6 milhão. Depois estão China (875 mil), Coreia do Sul (738 mil), Alemanha (549 mil), França (490 mil), Reino Unido (459 mil) e até o principado de Mônaco (42.838). O Brasil está na 19ª posição, com 41.453 patentes válidas. São 211 a mais que o último lugar, ocupado pela Polônia. No bloco dos BRICS, todos estão na frente: seguidos pela China aparecem Rússia (181 mil), África do Sul (112 mil) e Índia (42.991).”

Testemunho de como a ciência pode avançar

Será que isso é um dos  segredos da educação universitária na Coreia do Sul, tão pequena e tão fervorosa na oração, para quase empatar com a gigante China em número de patentes?

Uma experiência que me fez interessar por genética: Faz mais de 10 ou 15 anos na época do bate papo UOL, o ateu ou ex não sei , Manoel Doria , me desafiou a respeito de um trecho do DNA do Gorila e do homem que havia sofrido mutação por um retrovirus no mesmo local. O Doria argumentava que isso era uma prova de ancestralidade evolutiva comum e que fomos parentes do Gorila no passado. Ele ficava repetindo isso diante de umas 30 pessoas no bate papo UOL, me desafiando e me fazendo passar vergonha porque defendia o criacionismo e a criação especial do homem.

O problema maior é que naquela época não sabia sequer o que era DNA, não conhecia sites de respostas cientificas criacionistas como o www.icr.org, e não tinha amigos cientistas pra me ajudarem como hoje tenho diversos. Só tinha Deus e a oração.

Depois de uns 20 minutos que a gente ora a Deus , nosso Pai nosso, costumam vir pensamentos que podemos identificar como a palavra de Deus porque pra perceber quando pensamentos vem da gente; e quando não vem . Os que não vem são surpreendentes, mais inteligentes e mais profundos. De posse desta distinção posso assegurar hoje que em pensamento me veio a palavra do Senhor dizendo ” pergunta a ele se estes defeitos genéticos ocorreram aleatoriamente ou se existem locais onde são mais frequentes”

Entendi a lógica daquele pensamento em oração, e apesar de não saber nada do assunto entendi que se ocorresse maior frequência de inserção de vírus num local genético comumente mais afetado , isso poderia afetar tanto o gorila quanto o homem sem necessariamente serem parentes evolutivos.

Sem saber o que estava perguntando, simplesmente repeti a pergunta que me veio em pensamento fazer … e para minha total surpresa , o Doria , de forma muito honesta, respondeu que eu havia ganhado o debate pois eram locais expostos com alta frequência de inserção de vírus, e que portanto a mesma inserção nestes locais não era prova de parentesco .

Hoje lembrando deste fato ocorrido e juntando com outros fatos ligados ao prêmio Nobel e Coreia do Sul, calculo que se o cientista orar mais, for mais humilde, mais adiantado ele pode se adiantar na pesquisa , pois estará falando com o Criador do DNA e de toda ecologia e que muitas pessoas comuns considerados gênios brilhantes , possuem esse segredinho ou segredão, guardado na manga.

Talvez por isso 90% dos prêmios nobel sejam religiosos [6] e a Coreia do Sul, tão pequena e tão fervorosa na oração, com população minúscula de 3, 3% da China , quase empata com a gigante China em número de patentes?[7] . Talvez não podemos afirmar, mas uma coisa é certa, que as publicações e invenções da Coreia do Sul, a capital do criacionismo e o país que mais ora, são 95% mais relevantes.

Tive outras revelações como a vacina de ovos de aves infectadas [8] que no Brasil nem atenção obtive mas Stanford, a segunda mais relevante universidade do planeta , fez até ensaios clínicos, então fico impressionado como precisamos orar mais para distinguir soluções.

Referências

  1. Sodré GB, Neto (22 de julho de 2021). «A Formação do Anticristo Acadêmico na História sob Pretexto de Laicismo». Jornal da Ciência. Consultado em 27 de março de 2022 
  2. Sodré GB, Neto (25 de julho de 2020). «Lista de Resumos de Artigos Científicos Publicados em Revistas Indexadas que Defendem Design Inteligente, Baraminologia e Criacionismo». Jornal da Ciência. Consultado em 27 de março de 2022 
  3. «Dissent from Darwin – There is a scientific dissent from Darwinism and it deserves to be heard.». dissentfromdarwin.org. Consultado em 27 de março de 2022 
  4. Park, Hyung Wook; Cho, Kyuhoon (março de 2018). «Science, state, and spirituality: Stories of four creationists in South Korea». History of Science (1): 35–71. ISSN 0073-2753. PMID 29241363. doi:10.1177/0073275317740268. Consultado em 27 de março de 2022 
  5. «Brasil é o penúltimo em ranking de patentes». Anprotec. 23 de abril de 2014. Consultado em 27 de março de 2022 
  6. «List of nonreligious Nobel laureates». Wikipedia (em inglês). 12 de março de 2022. Consultado em 27 de março de 2022 
  7. «Coreia do Sul – Capital do Criacionismo Mundial e 4º lugar em Número de Patentes quase empatando com a China». Jornal da Ciência. 3 de setembro de 2020. Consultado em 27 de março de 2022 
  8. Neto, Sodré GB (26 de abril de 2021). «Codornas Infectadas produzem no ovo vacina e também anticorpos para ajudar a combater imediatamente o vírus da Covid-19»Jornal da Ciênciadoi:10.13140/RG.2.2.36449.63849. Consultado em 28 de março de 2022
  9. https://posgenomica.wordpress.com/2020/07/04/a-ciencia-pressupoe-naturalismo-ou-qualquer-coisa/
  10. https://posgenomica.wordpress.com/2020/07/04/o-maior-crime-da-ciencia-contra-a-humanidade/
  11. https://www.facebook.com/groups/695227014273627